Literatura erótica

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Literatura erótica

Mensagem por Mat em Dom Jan 27, 2013 10:57 pm



Gênero literário que utiliza o erotismo em forma escrita, para despertar ou instruir o leitor sobre as práticas sexuais. Pode também ser chamada de literatura pornográfica, se as cenas sexuais são realmente muito explícitas. Em sua maior parte utiliza-se do gênero literário romance, embora alguns dos grandes clássicos eróticos estejam em forma de conto ou poesia.

O erotismo e o sexo estão associados à sociedade e a cultura humana desde o início dos tempos, e a literatura não foi uma exceção, embora tenha sido muitas vezes submetido à censura por ser considerado um tema reprovável e pecaminoso. Entretanto, são freqüentes as referência a sexo ou passagens eróticas em várias obras, não como o tema principal, mas como capítulos isolados que contribuem para a evolução da história ou o desenvolvimento de um personagen. Por exemplo, é possível encontrar fragmentos claramente eróticos em Dom Quixote de Cervantes ou em Ulisses de James Joyce, mesmo que não se considerade tais obras como pertencentes ao gênero.



Catulo escreveu:Gozemos a vida, Lésbia, fazendo amor,
desprezando o falatório dos velhos puritanos.
A luz do sol pode morrer e renascer
mas a nós, quando de vez se nos apaga a breve luz da vida,
resta-nos dormir toda uma noite sem fim.
Beija-me mil vezes, mais cem;
outras mil, outras cem.
Depois, quando tivermos ajuntado muitos milhares,
vamos baralhá-los, perdendo-lhes a conta,
para que nenhum invejoso, incapaz de contar beijos tantos,
possa mau-olhado nos lançar.




Marcial escreveu:Apesar, ó Cresto, de teres colhões depilados,
um caralho que parece um pescoço de abutre,
uma cabeça mais lisa que cu de prostituta,
de não teres nas pernas o mais ligeiro pêlo,
de sempre aos lábios brancos aplicares a pinça,
falas constantemente em Cúrios e Camilos,
em Quíncios, Numas e Ancos, esses heróis cabeludos
de que os livros estão cheios, e com palavras duras
lanças ameaças e investes com teatros e modas!
Mas se acaso te surge à frente algum panasca
recém-saído das mãos do pedagogo,
cujo pénis já inchado o técnico soltou
logo o chamas e o levas, e … Quase tenho vergonha, ó Cresto,
de dizer o que faz essa língua de Catão!



Safo escreveu:Ditosa que ao teu lado só por ti suspiro!
Quem goza o prazer de te escutar,
quem vê, às vezes, teu doce sorriso.
Nem os deuses felizes o podem igualar.

Sinto um fogo sutil correr de veia em veia
por minha carne, ó suave bem-querida,
e no transporte doce que a minha alma enleia
eu sinto asperamente a voz emudecida.

Uma nuvem confusa me enevoa o olhar.
Não ouço mais. Eu caio num langor supremo;
E pálida e perdida e febril e sem ar,
um frêmito me abala... eu quase morro ... eu tremo.



Bocage escreveu:Bojudo fradalhão de larga venta,
Abismo imundo de tabaco esturro,
Doutor na asneira, na ciência burro,
Com barba hirsuta, que no peito assenta:

No púlpito um domingo se apresenta;
Pregas nas grades espantoso murro;
E acalmado do povo o grão sussurro
O dique das asneiras arrebenta.

Quatro putas mofavam de seus brados,
Não querendo que gritasse contra as modas
Um pecador dos mais desaforados:

"Não (diz uma) tu padre não me engodas:
Sempre, me hé-de lembrar por meus pecados
A noite, em que me deste nove fodas"!



Pierre de ronsard escreveu:Eu te saúdo, fenda de portentos,
A luzir entre dois flancos macios;
Saúdo-te, buraco de amavios,
Que dás ao meu viver contentamento.

Enfim me libertaste dos tormentos
Do alado arqueiro e dos meus desvarios;
Só quatro noites eu te possuí e o
Poder do arqueiro fez-se em mim mais lento.

Pequeno furo, furo arteiro, furo
Tão bem guardado em matagal obscuro,
Que ao mais rebelde domas com presteza:

Todo vero galã, para te honrar,
Devia de joelhos te adorar,
Firme empunhando a sua vela acesa!



Pietro Aretino escreveu:Fodamos, meu amor, fodamos presto,
Pois foi para foder que se nasceu,
E se amas o caralho, a cona amo eu;
Sem isso, fora o mundo bem modesto.

Fosse foder após a morte honesto,
“Morramos de foder!” seria o meu
Lema, e Eva e Adão fodíamos por seu
Invento de morrer tão desonesto.

É bem verdade que se esses tratantes
Não comessem do fruto traidor,
Eu sei que ainda fodiam-se os amantes.

Mas caluda e me enfia sem temor
Esse pau que à minha alma, em seus rompantes,
Faz nascer ou morrer, dela senhor.

E se possível for,
Quisera eu pôr na cona esses colhões
Que de tanto prazer são espiões.



Ameça de Priapo a uma jovem

Conquanto Priapo de madeira eu seja,
madeira a foice, como vês, e o pênis,
vou te agarrar e segurar bem firme
e todo em ti, por longo que ele seja,
mais tenso do que uma corda de uma cítara,
até tuas costelas vou cravá-lo.

Algumas obras:

Trois Filles de Leur Mére (1926) por Pierre Louÿs
História do Olho (1928) de Georges Bataille
Trópico de Câncer (1934) de Henry Miller
A História de O (1954) por Pauline Réage
Lolita (1955) e Ada ou Ardor (1969) de Vladimir Nabokov
Delta de Vênus (1978) de Anaïs Nin
The Bicycle Rider (1985) de Guy Davenport
A Vênus das Peles (1870) de Leopold von Sacher-Masoch



Necrofilia, pederastia, coprofilia, fetichismo, bestialidade, travestismo e transexualismo, automutilação, sadomasoquismo, exibicionismo: todos esses e inúmeros outros transtornos psicossexuais são detalhados nestas 238 histórias de caso que constituem a legendária Psychopathia sexualis de Richard von Krafft-Ebing.




Última edição por Mat em Dom Jan 27, 2013 11:09 pm, editado 2 vez(es)

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por Jabá em Dom Jan 27, 2013 11:02 pm


_________________
"Os livros que o mundo chama de imorais são os livros que mostram ao mundo a sua própria vergonha" (Oscar Wilde)

Jabá
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 3734
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 36
Localização : Teresina/PI

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por Becco em Seg Jan 28, 2013 6:28 am

Tomar no cu, Jabá!

_________________

Becco
Dostoiévski
Dostoiévski

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 37
Localização : Fortaleza - CE

Ver perfil do usuário http://literaturarussa.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por Gourmet em Seg Jan 28, 2013 3:55 pm

Agora vocês me chamaram pra conversa.

Preparem-se.

Gourmet
A Senhoria
A Senhoria

Mensagens : 665
Data de inscrição : 20/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por tiago em Seg Jan 28, 2013 4:43 pm

Caralho!
Eles usam essas máscaras tipo dessas de Veneza no livro! que sexy.

tiago
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 849
Data de inscrição : 17/07/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por tmanfrini em Ter Jan 29, 2013 10:53 pm

Trouxe hoje da Cultura

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por lavoura em Qua Jan 30, 2013 4:34 pm

Tenho interesse naquele História da Sexualidade do Focault.

E no Decamerão.

Mas no geral não sou muito fã não.


lavoura
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2348
Data de inscrição : 26/06/2012
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por César em Qua Jan 30, 2013 5:59 pm

O que mais curto próximo do erotismo é o Bataille mesmo, lindão.

_________________
http://arecordfullofsournotes.tumblr.com

César
Púchkin
Púchkin

Mensagens : 1792
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 28
Localização : São Paulo/SP

Ver perfil do usuário http://twitter.com/likeapisces

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por Jabá em Qua Jan 30, 2013 6:36 pm

O que curto mesmo de erotismo é o ato sexual. pffff livrinhos sobre foda não dão o gostinho do amor.

_________________
"Os livros que o mundo chama de imorais são os livros que mostram ao mundo a sua própria vergonha" (Oscar Wilde)

Jabá
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 3734
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 36
Localização : Teresina/PI

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por Mat em Qui Jan 31, 2013 3:28 pm



Essa antologia é legal. Recomendo pra quem quer descobrir a poesia erótica. É relativamente variada em relação aos autores. Tem Catulo, Ovídio, Aretino, Ronsard, Rousseau, Goethe, Whitman, Baudelaire, Verlaine, Rimbaud, Apollinaire e D.H. Lawrence. Tem também poemas que fazem parte de coleções como a Antologia Grega, a Priapéia, os Carmina Burana e textos do folclore da Calábria e ainda o século de ouro espanhol e as adivinhas medievais francesas, poesia provençal e etc. O prefácio é muito bom e vem com muitos esclarecimentos em relação ao imaginário erótico na literatura.



Essa antologia do Gregório é mais ou menos boa. Ele tem poemas mais "sujos" do que os apresentados aqui, mas ainda assim vale por ter um bom estudo introdutório e poemas além da fase erótica.

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por lavoura em Sex Fev 01, 2013 5:16 am

Me lembrei do Sade, li aquele "O corno de si mesmo e outras historietas" . Mas no geral não gostei muito. A escrita dos contos é simples e as situações que ele cria já foram tão usadas na nossa sociedade que acaba se incorporando e se torna comum.
Mas oque achei legal é que mesmo com toda a fornicação e traições dos casais você vê uma veia romantica no Sade pois nas historietas muitos casais traem um ao outro de diversas formas mas no fim se reconciliam e passam a viver felizes com o casamento.




O Mat é fã do Priapo.
Tem até uma estátua no quarto onde ele oferece beijos a ela, desconfio da sua parte preferida dela:
Priapo:
Spoiler:



lavoura
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2348
Data de inscrição : 26/06/2012
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por Mat em Sex Fev 01, 2013 10:58 am

lavoura escreveu:O Mat é fã do Priapo.
Tem até uma estátua no quarto onde ele oferece beijos a ela, desconfio da sua parte preferida dela:
Priapo:
Spoiler:



C:\Users\Usuário\AppData\Local\Temp\49310-60553-1-PB.pdf

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por tmanfrini em Sex Fev 01, 2013 6:13 pm

É, nem tudo de Sade compensa.




Deixo pela arte (pois não é do melhor dele)

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por Mat em Sex Fev 01, 2013 6:24 pm

Gosta do Les stupra, Thaís? Acho um dos poemas eróticos mais bonitos do simbolismo francês. E o Soneto do olho do cu também é lindo <3

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por tmanfrini em Sex Fev 01, 2013 6:43 pm

Acho que nem havia lido Les stupra até sua menção - belo sim! Agradeço
O Soneto é claro, muito bom.

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por Mat em Sex Fev 01, 2013 11:20 pm

Os Amores, V: 1-2, 9-26

Era inteso o calor, passava do meio dia;
Estava eu em minha cama repousando.
[...] Eis que vem Corina numa túnica ligeira,
Os cabelos lhe ocultando o alvo pescoço;
Assim entrava na alcova a formosa Semíramis,
Dizem, e Laís que amaram tantos homens.
Tirei-lhe a túnica; de tão tênue mal contava:
Ela lutou todavia por cobrir-se
Com a túnica, mas sem empenho em vencer:
Venceu-a, sem mágoa, a sua traição.
Ficou em pé, sem roupa, ali diante dos meus olhos.
Em seu corpo não havia um só defeito.
Que ombros e que braços me foi dado ver, tocar!
Os belos seios, que doce comprimi-los!
Que ventre mais polido logo abaixo do peito!
Que primor de ancas, que juvenil a coxa!
Por que pormenorizar? Nada vi não louvável,
E lhe estreitei a nudez contra o meu corpo.
O resto, quem não sabe? Exaustos, repousamos.
Que outros meios-dias me sejam tão prósperos!

Ovídio
(traduzido por José Paulo Paes)

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por Gourmet em Sab Fev 02, 2013 9:37 am

tmanfrini escreveu:Trouxe hoje da Cultura

Tenho uma certa afeição por esse livro. Minha edição tem outra capa, mas acho que o conteúdo é exatamente o mesmo. Tradução e notas do José Paulo Paes, certo?

Gosto em particular do Soneto 9, que começa assim:

Fottiamci, vita mia, fottiamci presto
Poi che per fotter tutti nati siamo
E se il cazzo ami tu, la potta io bramo
Che il mondo saria nullo senza questo

Que ganhou uma versão traduzida bem bem deplorável:

Fodamos, meu amor, fodamos presto
pois foi para foder que se nasceu
E se amas o caralho, a cona amo eu
Sem isto, fora o mundo bem molesto

Descobri o Aretino num livro da Record chamado História da Literatura Erótica, de Alexandrian. Um livro bem tosco, por sinal, não tem notas bibliográficas e possui muitos erros, mas é um excelente referencial geral. Felizmente foi um dos livros que conservei depois da separação, porque hoje é praticamente impossível encontrá-lo.

lavoura escreveu:Tenho interesse naquele História da Sexualidade do Focault.

E no Decamerão.

Mas no geral não sou muito fã não.


Foucault tem lá seus méritos. Eu gosto duma coisa em particular no Foucault. Ele não tem a menor idéia de onde quer chegar, vai fazendo conclusões e deduções bem autênticas ao longo de qualquer curso. Mas não me parece que haja desdo início um plano geral. Ele normalmente não escrevia livros, fazia curso. Cada livro dele corresponde a um ano do College de France. É muito mais uma investigação que uma tese, embora seus entendimentos particulares fossem teses em si.

Dito isso, não li o História da Sexualidade. Folheei, olhei aqui e lá, mas nunca li. Continua na estante aguardando a devida oportunidade.

César escreveu:O que mais curto próximo do erotismo é o Bataille mesmo, lindão.

Bataille é muito foda. Além do História do Olho, que é erotismo de primeira linha (eu tinha uma edição bem pobrinha que saiu aqui por alguma editora fundo de quintal, tipo Artenova, mas depois lançaram pela Cosac que se tornou a minha edição oficial), ele tem material teórico. Chama-se O Erotismo. Muito boa fonte de informação.

lavoura escreveu:Me lembrei do Sade, li aquele "O corno de si mesmo e outras historietas" . Mas no geral não gostei muito. A escrita dos contos é simples e as situações que ele cria já foram tão usadas na nossa sociedade que acaba se incorporando e se torna comum.
Mas oque achei legal é que mesmo com toda a fornicação e traições dos casais você vê uma veia romantica no Sade pois nas historietas muitos casais traem um ao outro de diversas formas mas no fim se reconciliam e passam a viver felizes com o casamento.




O Mat é fã do Priapo.
Tem até uma estátua no quarto onde ele oferece beijos a ela, desconfio da sua parte preferida dela:
Priapo:
Spoiler:



Gosto do Sade. Escrevi até uma peça de teatro sobre ele.

Sade fascina pela sua biografia, sua inconstância e pela ousadia moral. Sade era louco. Os contos são fracos, as histórias são repetititivas e exageradas, tão extremas que não poderiam ser lidas sem serem consideradas caricaturas, nem sei como ele pode ter sido proibido. Mas há coisas bem interessantes. Filosofia na Alcova e Justine são provavelmente as melhores obras. Nem é preciso ir longe para ler Justine, basta ler o material do Crepax, que é uma boa adaptação. 120 dias felizmente ele só escreveu 30, porque é profundamente repetitivo. Acho bem mais divertido ler sobre Sade do que ler Sade, mas ainda assim gosto muito dele.

É um dos autores que mais tenho livros e algum tempo atrás eu tinha em mente publicar as obras completas dele em português. Certamente um projeto fadado ao fracasso, pelas razões que expliquei no parágrafo anterior. Laughing

A parte erótica da minha biblioteca é uma de minhas favoritas. Vou postar aos poucos algumas fotos. Já que estamos falando de Sade, é por aí que vamos começar.



Ampliada: http://img29.imageshack.us/img29/8075/img0178hy.jpg

O Sade está em duas camadas. Esta visível e os livros que estão atrás, ocultos. Não há muito a se falar, mas é praticamente tudo que saiu em português e mais algumas poucas edições em francês. O destaque fica por conta das biografias e estudos, que é o que recomendo.

Mais à direita nós temos uma edição portuga de Satyricon, que pretendo trocar pela nova da Cosac, dois volumes do Erotica Universalis, que recomendo fortemente à todos, é uma coletância de arte erótica, mais um volume da Taschen e em seguida um livro de contos Eróticos universais, legalzinho, e um volume dos diários de Anais Nin, que nunca li.

Na prateleira de cima: Guerra e Economia na Grécia Antiga, Mediterrâneo - Os homens e a Herança, Confidente das Damas (a história do bidê), O HOmem e o Prazer, Além do Carnaval, O Desejo, O Beijo (história do beijo), História do Beijo, O Limpo e o Sujo, A Invenção da Pornografia, Física do Amor, Sexo e Casamento, Amor Família e Sexualidade, Desejo e Prazer na Idade Moderna, O Tribunal da Impotência, Olhar Pornô, Da Amizade, Em Nome do Corpo, Ânus Zona Erógena Controvertida, Psicologia do Vestir, Ritos de Passagem, As Mulehres antes do Patriarcado, Cunnus, História da Contracepção, Sexo, O Autoritarismo e a mulher, Colcha de Retalhos, A crise da Família, A vida Conjugal no antigo Regime, Famílias, Segundo Casamento, Ninfomania História, História do Sexo, Uma mente própria (uma história do ppênis), O Culto do Falo, Família da Prostituta, Sexualidades Ocidentais, História da Vida Sexual.

Depois a gente explora outras prateleiras.

Embarassed

Gourmet
A Senhoria
A Senhoria

Mensagens : 665
Data de inscrição : 20/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por tmanfrini em Sab Fev 02, 2013 9:55 am

Tradução e estudo dele sim.

Adoro Satyricon!

Leia Nin pois é excelente.

Também recomendo todas as publicações eróticas da Hedra. Vênus das Peles sobretudo, que é imbatível no tema. Depois Flossie, Autobiografia de uma pulga, O Novo Epicuro... catálogo de primeira.

Adjacentes -

e um particularmente digno de nota



< Aos que procuram algo mais hardcore


E noutro sentido quiçá para lavoura presentear a namô que curte chick lit

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por lavoura em Sab Fev 02, 2013 11:14 am

Bela Prateleira,Gourmet!
Sobre o Sade eu concordo com você! Apesar de desgostar dos contos me interessei por ler alguma biografia dele. Indicaria qual?

Ano que vem comemora-se 200 anos da morte dele. Fui pesquisar sobre a história de Justine e encontrei essa notícia:
http://oglobo.globo.com/cultura/franca-quer-comprar-obra-mais-radical-do-marques-de-sade-7364501

lavoura
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2348
Data de inscrição : 26/06/2012
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por Gourmet em Sab Fev 02, 2013 11:42 am

lavoura escreveu:Bela Prateleira,Gourmet!
Sobre o Sade eu concordo com você! Apesar de desgostar dos contos me interessei por ler alguma biografia dele. Indicaria qual?

Ano que vem comemora-se 200 anos da morte dele. Fui pesquisar sobre a história de Justine e encontrei essa notícia:
http://oglobo.globo.com/cultura/franca-quer-comprar-obra-mais-radical-do-marques-de-sade-7364501

Valeu, amigo. Preciso limpar a poeira.

Jean Desbordes e Robert Thomas são os melhores. Não tenho a menor simpatia pela Eliane Robert Moraes, ela contamina tudo com seus vícios academicistas e é uma péssima intérprete de Sade, fica tentando extrair significados de frases soltas que Sade usou meramente para criar efeitos. Na academia há o ritual do beija-mãos, que não me agrada nem um pouco, quando na verdade as pessoas deveriam se discordar mais. Mantenho contato com o Contador Borges, que provavelmente é o melhor tradutor de Sade que já tivemos aqui no Brasil. São as traduções que recomendo e que são publicadas pela Iluminuras.

A matéria que você citou é muito interessante, adoro histórias sobre bibliotecários.

No caso dos 120 Dias, realmente não me animo mais por ler sobre abades com membros de 35 centímetros fazendo orgias e se besuntando com fezes. 120 Dias é isso, acho que me basta ter lido uma vez. Sade só escreveu os primeiros 30 dias e meu projeto era psicografar os outros 90 dias e publicar sob algum pseudônimo como médium. Idéia ridícula, por sinal. Acho que eu não conseguiria emular o estilo de Sade nem mesmo que estudasse francês por dez anos seguidos.


Gourmet
A Senhoria
A Senhoria

Mensagens : 665
Data de inscrição : 20/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por Mat em Sab Fev 02, 2013 3:39 pm

Bela estante, Gourmet.

Vocês conhecem Pierre Louÿs [um poeta e romancista belga]?








Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por Gourmet em Sab Fev 02, 2013 3:51 pm

Obrigado. Tenho alguma coisa aqui de Louys, que não consigo achar. Lembro que tem aquele formatinho alongado, provavelmente da Ediouro.

Gourmet
A Senhoria
A Senhoria

Mensagens : 665
Data de inscrição : 20/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por Mat em Sab Fev 02, 2013 3:54 pm

Conheci o Louÿs através do Said no Orientalismo.

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Literatura erótica

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 10:37 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum