Anna Kariênina [Анна Каренина]

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Mat em Ter Mar 05, 2013 2:42 pm



O que vocês tem a dizer sobre a obra? Ainda não li, pretendo arrematar essa edição.

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Becco em Ter Mar 05, 2013 3:45 pm

É genial. Melhor que Ulisses.

Baixei o filme ontem, pra dar umas risadas e ver se a Keira Knightley paga peitinho.

_________________

Becco
Dostoiévski
Dostoiévski

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 37
Localização : Fortaleza - CE

Ver perfil do usuário http://literaturarussa.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Aline Santiago em Ter Mar 05, 2013 5:59 pm

É um livro único! Quero relê-lo ainda este mês porque já faz algum tempo desde a última leitura. Os trechos que o Tolstói descreve a suntuosidade dos bailes, das roupas etc., é com uma precisão tal que parece que você está vendo uma fotografia. A Anna Kariênina é uma mulher de fato, exceto na questão de ter abandonado o filho para viver com outro homem - nota-se que ela ama muito o filho, o que uma verdadeira mulher jamais seria capaz de fazer. Ao contrário do Flaubert e sua Madame Bovary, o Tolstói não apenas condenou a mulher adúltera mas foi além disso. Mostrou, também, a hipocrisia da alta sociedade russa e do preconceito entre homens e mulheres. A partir do momento em que o Vrónski e a Anna Kariênina assumem o seu romance, ela não é mais aceita nos grandes salões onde outrora era bem recebida, mas o Vrônski continua sua rotina social como se ele não tivesse feito nada, como se não tivesse nenhuma culpa perante as "regras de conduta" daquela sociedade. Enfim, é um livro magistral.


Última edição por Aline Santiago em Qua Mar 06, 2013 6:53 pm, editado 1 vez(es)

Aline Santiago
A Dama do Cachorrinho
A Dama do Cachorrinho

Mensagens : 124
Data de inscrição : 03/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Becco em Ter Mar 05, 2013 8:11 pm

Ah, também acho muitíssimo superior ao Bovary!

_________________

Becco
Dostoiévski
Dostoiévski

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 37
Localização : Fortaleza - CE

Ver perfil do usuário http://literaturarussa.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por César em Ter Mar 05, 2013 8:40 pm

São dois livros muito diferentes, migs, não dá pra comparar.

_________________
http://arecordfullofsournotes.tumblr.com

César
Púchkin
Púchkin

Mensagens : 1792
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 28
Localização : São Paulo/SP

Ver perfil do usuário http://twitter.com/likeapisces

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Mat em Qua Mar 06, 2013 9:12 am

Becco, você leu o Ulysses? Não, né? Enfim.

Obrigado pelo post, Aline.

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Jabá em Qua Mar 06, 2013 9:20 am

Lerei na próxima jornada literária. Mês que vem, por sinal.

Anna Karênina, não o Ulysses.

_________________
"Os livros que o mundo chama de imorais são os livros que mostram ao mundo a sua própria vergonha" (Oscar Wilde)

Jabá
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 3734
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 36
Localização : Teresina/PI

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por César em Qua Mar 06, 2013 9:30 am

Gente, vamos deixar as conversas eróticas pro off-topic?

:3

_________________
http://arecordfullofsournotes.tumblr.com

César
Púchkin
Púchkin

Mensagens : 1792
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 28
Localização : São Paulo/SP

Ver perfil do usuário http://twitter.com/likeapisces

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Mat em Qua Mar 06, 2013 9:31 am

Nossa, é que vocês são assim, tudo o que um russo faz, é lindo. Que saco hein.

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Aline Santiago em Qua Mar 06, 2013 7:51 pm

Mat escreveu:Nossa, é que vocês são assim, tudo o que um russo faz, é lindo. Que saco hein.

Laughing
É a subjetividade, Mat! Eu admito que adoro as literaturas russa e alemã; são as que mais conseguiram me comover.

Aline Santiago
A Dama do Cachorrinho
A Dama do Cachorrinho

Mensagens : 124
Data de inscrição : 03/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Becco em Qua Mar 06, 2013 8:06 pm

Mat escreveu:Becco, você leu o Ulysses? Não, né? Enfim.

Deus me livre.

César escreveu:São dois livros muito diferentes, migs, não dá pra comparar.

Não acho não. Dois livros sobre duas adúlteras.
Só que um é mais bem escrito do que o outro e a protagonista não é irritante.

_________________

Becco
Dostoiévski
Dostoiévski

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 37
Localização : Fortaleza - CE

Ver perfil do usuário http://literaturarussa.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por tiago em Qua Mar 06, 2013 9:01 pm

Preciso reler. Meio que me fez desconsiderar o Tolstoi na época, junto com Ressurreição (esse é ruim mesmo); mas já vi tanta adaptação da história que nem sei se tenho paciência Laughing .

Baixei o filme ontem, pra dar umas risadas e ver se a Keira Knightley paga peitinho.

Estilizaram tanto o negócio que mal dá pra ter a noção de algum sentimento humano envolvido. E o Tolstói é sempre muito claro e forte neste aspecto.
Mas a estética ( Rolling Eyes ) do filme é meio que baseada em uma passagem de Guerra e Paz, quando a Natasha se envolve com o Anatole depois de uma imersão no artificial mundo da ópera e do teatro, e da nobreza russa por consequência, em detrimento da alegria de viver espontânea que dela emana.

tiago
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 849
Data de inscrição : 17/07/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por schmidt em Qui Mar 07, 2013 9:41 am

Anna Karienina é um dos meus sonhos de consumo atualmente.

schmidt
A Dama do Cachorrinho
A Dama do Cachorrinho

Mensagens : 137
Data de inscrição : 26/01/2012
Idade : 42
Localização : Volta Redonda

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por César em Qui Mar 07, 2013 10:54 am

Becco escreveu:
César escreveu:São dois livros muito diferentes, migs, não dá pra comparar.

Não acho não. Dois livros sobre duas adúlteras.
Só que um é mais bem escrito do que o outro e a protagonista não é irritante.[/color]
Só porquê a temática é a mesma os livros são comparados. Os estilos literários diferentes e os objetivos são diferentes. A única similaridade é a mulher adúltera, que em Anna Karenina é o de menos.

_________________
http://arecordfullofsournotes.tumblr.com

César
Púchkin
Púchkin

Mensagens : 1792
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 28
Localização : São Paulo/SP

Ver perfil do usuário http://twitter.com/likeapisces

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Jabá em Qui Mar 07, 2013 4:10 pm

Mat escreveu:Nossa, é que vocês são assim, tudo o que um russo faz, é lindo. Que saco hein.

Ora, mas tudo que um russo faz é lindo mesmo. Laughing

_________________
"Os livros que o mundo chama de imorais são os livros que mostram ao mundo a sua própria vergonha" (Oscar Wilde)

Jabá
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 3734
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 36
Localização : Teresina/PI

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Mat em Qui Mar 07, 2013 8:23 pm

tiago escreveu:Preciso reler. Meio que me fez desconsiderar o Tolstoi na época, junto com Ressurreição (esse é ruim mesmo); mas já vi tanta adaptação da história que nem sei se tenho paciência Laughing .

De que exatamente você não gostou?

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por tiago em Qui Mar 07, 2013 8:38 pm

Mat escreveu:
tiago escreveu:Preciso reler. Meio que me fez desconsiderar o Tolstoi na época, junto com Ressurreição (esse é ruim mesmo); mas já vi tanta adaptação da história que nem sei se tenho paciência Laughing .

De que exatamente você não gostou?

Achei o romance bocó e interminável.
Mas isso foi há 8 anos atrás.

tiago
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 849
Data de inscrição : 17/07/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Mat em Qui Mar 07, 2013 8:43 pm

Agora me desanimei totalmente Laughing

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por RafaelS em Qui Mar 07, 2013 8:50 pm

Po, AK é lindo demais. Só de pensar em várias cenas do livro fico todo arrepiado.




RafaelS
Ana Karenina
Ana Karenina

Mensagens : 399
Data de inscrição : 11/02/2013
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Mat em Qui Mar 07, 2013 8:51 pm

A vontade voltou Laughing

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por RafaelS em Qui Mar 07, 2013 8:54 pm

Pensei inclusive em usar esse trecho aqui pra epígrafe da minha dissert (mas já desisti):

O retrato, a partir da quinta sessão, impressionou a todos, em especial a Vronski, não só pela semelhança, mas sobretudo pela beleza singular de Anna. 'Seria preciso conhecer e amar Anna, como eu amei, para descobrir essa sua belíssima expressão espiritual', pensava Vrónski, embora só por meio do retrato ele tivessse conhecido aquela belíssima expressão espiritual. Mas tal expressão era tão verdadeira que ele e os outros tinham a impressão de que a conheciam havia muito tempo.

Lindo demais :~

RafaelS
Ana Karenina
Ana Karenina

Mensagens : 399
Data de inscrição : 11/02/2013
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Oric em Sab Mar 30, 2013 8:27 pm

Terminei a segunda parte.

Anna Kariênina, a princípio, não é o estilo de livro que eu gosto. História de traição e amores impossíveis da aristocracia não é um dos temas que me chama tanto a atenção. Além disso ainda tendo a não gostar tanto (motivo por qual li poucos, mas quero mudar isso) de romances com vários personagens e núcleos diversos. Ou seja, se fosse de outro autor talvez eu demoraria mais a ler, mas por ser do Tolstoi eu esperava que fosse bem além disso. E tem ido mesmo.

A narrativa é um primor. Tolstoi descreve muito bem as cenas com uma riqueza de detalhes impressionante: realmente parece que ele está pintando um quadro. Além disso ele aproveita a história para debater questões importantes na época sobre diversos temas, como economia, política, filosofia, religião, costumes, traçando um panorama bem vivo. Mesmo com trechos bastante interessantes por conta desses debates, que possibilitam boas citações, eu tenho gostado bastante é das várias sutilezas dele ao descrever uma cena ou personagem. Algo que não é tão interessante para citar fora de contexto, mas dentro faz muita diferença (não sei se fui claro). De todo modo, depois quero citar algumas passagens.

A questão dos paralelismos ressaltada pelo tradutor no prefácio é bem interessante, creio que vai se aprofundar ao decorrer do livro. Por falar em prefácio, achei muito bom, mas quem se incomodar com spoilers, não o leia, pois tem alguns. Além disso o mapa ao fim da edição também contém spoilers. Aquele glossário no final com o nome dos personagens (e suas variações) foi bem útil. Laughing Essas variações sempre me pegavam.

Por fim, os capítulos curtos contribuem para que a leitura seja bastante fluida e agradável, ao contrário do que poderia parecer se tratando de um livro tão grande e com tantos personagens.

Oric
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 947
Data de inscrição : 18/12/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Oric em Ter Abr 02, 2013 10:24 am

Alguns comentários bastante breves sobre três passagens da Parte I. Vou adiantar que podem ter spoilers, mas algo bem leve, que não compromete tanto a leitura (não são diretamente relacionados ao enredo). Resolvi não colocar em hide por isso e para não ficar muito texto por lá. Mas se for o caso posso editar.

SPOILERS PARTE I

Alguns capítulos funcionam tão bem que poderiam ser publicados como contos separadamente. É o caso do capítulo VII, em que Liévin chega a casa de seu irmão Kóznichev, que estava debatendo algumas questões com um famoso professor de filosofia. Tolstói mostra de maneira brilhante como o discurso dos intelectuais pode muitas vezes se distanciar do dito "homem comum", de forma mesmo a romper o entendimento, como se tratasse de outra língua.

Ouvindo a conversa entre o irmão e o professor, notou que ambos associavam questões científicas a questões do espírito, em certos momentos quase penetravam nas questões do espírito, mas toda vez, tão logo se aproximavam do que lhe parecia o mais importante, imediatamente recuavam às pressas e de novo se afundavam no terreno das sutis subdivisões, ressalvas, citações, alusões, referências a autoridades, e era difícil para Liévin entender o que se discutia.

O modo como ele descreve a reação do professor ao ser interrompido por uma pergunta de Liévin é sensacional:

O professor, com enfado, e com o aspecto de que a interrupção lhe causara uma dor mental, olhou de relance para o estranho questionador, que mais parecia um barqueiro de rio do que um filósofo, e voltou os olhos para Serguei Ivánovitch, como que perguntando: o que dizer a ele?

---

No próximo capítulo Sergue Ivánovitch [Kóznichev] comenta sobre uma peculiaridade do povo russo:

- Nós, russos, somos sempre assim. Talvez seja também uma característica positiva, a capacidade de enxergar nossos defeitos, mas nós exageramos, nos consolamos com ironias, que trazemos sempre na ponta da língua. Pois eu lhe digo uma coisa, dê esses mesmos direitos que têm os nossos conselhos rurais a outro povo europeu, aos alemães ou aos ingleses, e eles abririam seu caminho rumo à liberdade, mas nós, tudo o que fazemos é zombar.

Seria essa uma opinião também do Tolstoi? Ou apenas uma opinião recorrente na época em que ele resolveu retratar? Fiquei curioso porque já li que essa "síndrome de vira-lata" (#brasilfeelings Laughing) era algo difundido por lá, em parte pela divisão do país entre a Europa e Ásia; em contrapartida havia também a corrente de Moscou como a Terceira Roma, o império russo destinado à grandeza. Enfim, fiquei curioso não só pela opinião do Tolstói sobre isso, como de outros escritores (principalmente o Dostoievski).

---

Por fim, achei toda a descrição do Aleksiei Aleksándrovitch, marido da Anna, muito bem feita. De cara já senti enorme antipatia por ele. Laughing
O destaque vai para um parágrafo bastante marcante sobre a busca do conhecimento e as certezas (ou dúvidas) adquiridas por ele:

Anna sorriu como se sorri das fraquezas das pessoas a quem se ama e, tomando o braço do marido, conduziu-o até a porta do escritório. Anna conhecia o seu costume, que se tornara indispensável, de ler à noite. Sabia que, apesar das obrigações do trabalho que lhe consumiam quase todo o tempo, ele considerava um dever manter-se a par de tudo o que surgisse de notável na esfera intelectual. Sabia também que ele se interessava, de fato, por livros de política, de filosofia, de teologia, que a arte era totalmente estranha à natureza do marido, mas que, apesar disso, ou melhor, em consequência disso, Aleksiei Aleksándrovictch não deixava passar nada que causasse rumor, nessa área, e considerava seu dever ler tudo. Anna sabia que, no terreno da política, da filosofia e da teologia, Aleksiei Aleksándrovitch tinha dúvidas e buscava esclarecê-las; mas em questões de arte e de poesia, e em especial de música, de cuja compreensão era completamente privado, ele tinha as opiniões mais rígidas e categóricas. Adorava falar de Shakespeare, Rafael, Beethoven, do significado das novas escolas de poesia e de música, que classificava com extrema clareza e coerência.





Oric
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 947
Data de inscrição : 18/12/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Becco em Ter Abr 02, 2013 10:35 am

Isso é que eu chamo de leitura comentada.
Muito bom, Ciro. Também acho que Tolstoi descreve como se pinta uma paisagem.

_________________

Becco
Dostoiévski
Dostoiévski

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 37
Localização : Fortaleza - CE

Ver perfil do usuário http://literaturarussa.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Oric em Qua Abr 03, 2013 3:58 pm

Valeu, Becco. Smile

Oric
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 947
Data de inscrição : 18/12/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anna Kariênina [Анна Каренина]

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 11:36 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum