[Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Página 2 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por Mat em Dom Out 23, 2011 3:10 pm

tmanfrini escreveu:Denovo epígrafe,
Não há ninguém de boa fé e cujo espírito não esteja obscurecido ou armado de prevenção, que não se convença de que a vida corporal do homem é uma privação e um sofrimento contínuos. Dessa forma, considerando os conceitos que adquirimos de justiça, não será desarrazoado encarar a duração desta vida corpórea como um tempo de castigo e expiações; Contudo, não a podemos considerar dessa forma sem admitir igualmente que tenha havido para o homem um estado anterior e preferível a este em que ora se encontra, podendo-se dizer que, quanto mais seu estado atual parece limitado, penoso e semeado de desgostos, mais deve ser o outro ilimitado e repleto de delícias.

Você já leu "A dança da morte"?

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por tmanfrini em Dom Out 23, 2011 3:14 pm

Mat escreveu:
tmanfrini escreveu:Denovo epígrafe,
Não há ninguém de boa fé e cujo espírito não esteja obscurecido ou armado de prevenção, que não se convença de que a vida corporal do homem é uma privação e um sofrimento contínuos. Dessa forma, considerando os conceitos que adquirimos de justiça, não será desarrazoado encarar a duração desta vida corpórea como um tempo de castigo e expiações; Contudo, não a podemos considerar dessa forma sem admitir igualmente que tenha havido para o homem um estado anterior e preferível a este em que ora se encontra, podendo-se dizer que, quanto mais seu estado atual parece limitado, penoso e semeado de desgostos, mais deve ser o outro ilimitado e repleto de delícias.

Você já leu "A dança da morte"?
Nein - Bote o início aqui, please.

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por Mat em Dom Out 23, 2011 3:24 pm

tmanfrini escreveu:
Mat escreveu:
tmanfrini escreveu:Denovo epígrafe,
Não há ninguém de boa fé e cujo espírito não esteja obscurecido ou armado de prevenção, que não se convença de que a vida corporal do homem é uma privação e um sofrimento contínuos. Dessa forma, considerando os conceitos que adquirimos de justiça, não será desarrazoado encarar a duração desta vida corpórea como um tempo de castigo e expiações; Contudo, não a podemos considerar dessa forma sem admitir igualmente que tenha havido para o homem um estado anterior e preferível a este em que ora se encontra, podendo-se dizer que, quanto mais seu estado atual parece limitado, penoso e semeado de desgostos, mais deve ser o outro ilimitado e repleto de delícias.

Você já leu "A dança da morte"?
Nein - Bote o início aqui, please.

Eu não to em casa, mas é uma peça dele [prometo que depois posto algum diálogo fodástico], e é ótima, como sempre acontece no Strindberg visceral e misógina.

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Dança da Morte

Mensagem por tmanfrini em Dom Out 23, 2011 3:29 pm

Aguardamos, Mat!

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por Deco em Dom Out 23, 2011 6:39 pm

“Algum tempo hesitei se devia abrir estas memórias pelo princípio ou pelo fim, isto é, se poria em primeiro lugar o meu nascimento ou a minha morte. Suposto o uso vulgar seja começar pelo nascimento, duas considerações me levaram a adotar diferente método: a primeira é que eu não sou propriamente um autor defunto, mas um defunto autor, para quem a campa foi outro berço; a segunda é que o escrito ficaria assim mais galante e mais novo. Moisés, que também contou a sua morte, não a pôs no intróito, mas no cabo; diferença radical entre este livro e o Pentateuco.”

Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis.




Deco
Ana Karenina
Ana Karenina

Mensagens : 305
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por Mat em Dom Out 23, 2011 6:43 pm

Deco escreveu:“Algum tempo hesitei se devia abrir estas memórias pelo princípio ou pelo fim, isto é, se poria em primeiro lugar o meu nascimento ou a minha morte. Suposto o uso vulgar seja começar pelo nascimento, duas considerações me levaram a adotar diferente método: a primeira é que eu não sou propriamente um autor defunto, mas um defunto autor, para quem a campa foi outro berço; a segunda é que o escrito ficaria assim mais galante e mais novo. Moisés, que também contou a sua morte, não a pôs no intróito, mas no cabo; diferença radical entre este livro e o Pentateuco.”

Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis.





Essa é pra gozar.

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por Amanda em Dom Out 23, 2011 6:45 pm

É o que eu estou relendo agora, Deco. Fui obrigada a ler na época da escola e confesso que não gostei muito (e sem sombra de dúvida deve ter sido por causa da obrigação de lê-lo, pois até agora estou gostando muito).

Amanda
Nastássia Filíppovna
Nastássia Filíppovna

Mensagens : 234
Data de inscrição : 11/07/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por Jabá em Dom Out 23, 2011 10:08 pm

Pena que não posso dizer o mesmo. Esse livro é tão, mas tão BAJULADO que me causa uma antipatia, apesar de achar Machado genial. Fico com os contos.

_________________
"Os livros que o mundo chama de imorais são os livros que mostram ao mundo a sua própria vergonha" (Oscar Wilde)

Jabá
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 3734
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 36
Localização : Teresina/PI

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por Becco em Seg Out 24, 2011 10:56 am

O livro é bajulado, IMHO, por que merece ser. É um livro maravilhoso que só melhora a cada releitura por que a maturidade é essencial para o seu completo entendimento [por isso é bobagem obrigar adolescentes a lê-lo].
Quando for velho, relerei Memórias Póstumas, e será como a primeira vez.

_________________

Becco
Dostoiévski
Dostoiévski

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 37
Localização : Fortaleza - CE

Ver perfil do usuário http://literaturarussa.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por tmanfrini em Seg Out 24, 2011 11:43 am

Lorenzo Becco escreveu:O livro é bajulado, IMHO, por que merece ser. É um livro maravilhoso que só melhora a cada releitura por que a maturidade é essencial para o seu completo entendimento [por isso é bobagem obrigar adolescentes a lê-lo].
Quando for velho, relerei Memórias Póstumas, e será como a primeira vez.
Concordo bastante.

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por Deco em Seg Out 24, 2011 4:34 pm



Virginia Woolf:
O sol ainda não nascera. O mar não se distinguia do céu,exceto por estar um pouco encrespado,como um tecido que se enrugasse. Gradualmente,conforme o céu alvejava,uma linha escura assentou-se no horizonte,dividindo o mar e o céu,e o tecido cinza listrou-se de grossas pulsações movendo-se uma apos outra,sob a superfície,perseguindo-se num ritmo sem fim.



Thomas Pynchon escreveu:
Um grito atravessa o céu. Já aconteceu antes,mas nada que se compare com essa vez.
É tarde demais. A evacuação ainda continua,mas é tudo teatro.Não há luz dentro dos vagões. Não há luz em lugar nenhum. Acima de sua cabeça elevam-se vigas velhas como uma rainha de aço,e em algum lugar lá no alto do vidro que deixaria entrar a luz do dia.Mas é noite.Ele tem medo do modo como o vidro vai cair - em breve-,vai ser um espetáculo: o desabamento de um palácio de cristal.Porem caindo na escuridão total,sem nenhum lampejo de luz,só um grande estrondo invisível.



Lobo Antunes escreveu:
De onde me virá a impressão que na casa,apesar de igual,quase tudo lhe falta? As divisões são as mesma com os mesmos moveis e os mesmos quadros e no entanto não era assim,não era isto,fotografias antigas em lugar da minha mãe,do meu pai,das empregadas da cozinha e da tosse do meu avô comandando o mundo

Deco
Ana Karenina
Ana Karenina

Mensagens : 305
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por Deco em Seg Out 24, 2011 4:59 pm

Lorenzo Becco escreveu:O livro é bajulado, IMHO, por que merece ser. É um livro maravilhoso que só melhora a cada releitura por que a maturidade é essencial para o seu completo entendimento [por isso é bobagem obrigar adolescentes a lê-lo].
Quando for velho, relerei Memórias Póstumas, e será como a primeira vez.

Concordo e ainda é melhor que Quincas e Dom Casmurro que passam longe de serem ruins.
E contos como Missa do Galo,Causa secreta,Homem Celebre,Igreja do Diabo e outros mais já bastam para ver que Machado é também um exímio contista.
Ps:Tô de olho na antologia de contos da Cia.

Deco
Ana Karenina
Ana Karenina

Mensagens : 305
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guillermo Martínez :heart:

Mensagem por tmanfrini em Seg Out 24, 2011 5:26 pm


Vi Gustavo Roderer pela primeira vez no bar do Clube Olimpo, onde, à noite, os enxadristas de Puento Viejo se reuniam. O lugar era bastante duvidoso, a ponto de minha mãe protestar em voz baixa cada vez que eu ia lá, mas não o suficiente para que meu pai decidisse me proibir. As mesas de xadrez estavam no fundo; eram apenas cinco ou seis, com o tabuleiro entalhado na madeira; no resto do salão jogava-se sete e meio ou dados em rodadas apertadas e tensas de onde chegava, mais ameaçadora à medida em que a noite avançava, a seca detonação dos dedos e das vozes que se erguiam para pedir genebra.
De minha parte, como estava convencido de que os grandes enxadristas deviam se manter orgulhosamente afastados dos reles mortais, olhava para aquele mundo barulhento com um tranquilo desgosto, embora me incomodasse - e arruinasse minha satisfeita superioridade moral - o fato de que essa minha rejeição coincidia com os argumentos virtuosos de minha mãe. Mais perturbador era descobrir que os dois mundos não estavam totalmente separados; Haviam me mostrado entre essas mesas de jogo muitos dos que já haviam sido os enxadristas mais notáveis da cidade, como se uma fascinação irresistível, uma obscura inversão da inteligência, arrastasse para lá, cedo ou tarde, os melhores. Eu havia visto Salinas, que aos dezessete anos era o melhor enxadrista do estado, ficar pouco a pouco do outro lado, e jurei para mim mesmo, então, que comigo isso não aconteceria.
Na noite em que conheci Roderer tinha como plano reproduzir alguma partida rápida de El Informador e disputar talvez outras duas partidas com o mais velho dos Nielsen. Roderer estava em pé junto ao balcão, conversando com Jeremías, ou melhor, o velho falava enquanto erguia copos contra a luz e Roderer, que já não o ouvia mais, olhava o rápido giro do pano e prato, o vidro que resplandecia brevemento no alto, com essa expressão ausente com a qual conseguia se afastar de tudo no meio de uma conversa. Assim que me viu, Jeremías fez um sinal para que eu me aproximasse.
- Este rapaz - disse - parece que vai morar aqui. Anda procurando com quem jogar.
Roderer saíra um pouco de seu ensimesmamento; olhou-me um pouco, sem muita curiosidade. Eu, que nessa época estendia minha mão sem hesitar, porque esse cumprimento de homens, digno e distante, parecia-me uma das melhores aquisições da adolescência, contive-me e só disse meu nome: havia algo nele que parecia desencorajar até o menor contato físico.

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por Mat em Seg Out 24, 2011 8:59 pm

tmanfrini escreveu:Aguardamos, Mat!


"Tu ainda pode cuspir veneno, serpente, mas eu vou arrancar-te a língua. (Esbofeteia-o). A cabeça está cortada mas pode corar ainda. Ó Judite, tu que nos libertaste a todos. (Ao capitão) E se, como a Hidra, tens várias cabeças, nós vamos cortar-tas todas. (Puxa-lhe a barba)." - August Strindberg, A dança da morte.


Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por tmanfrini em Seg Out 24, 2011 9:03 pm

Mat escreveu:
tmanfrini escreveu:Aguardamos, Mat!


"Tu ainda pode cuspir veneno, serpente, mas eu vou arrancar-te a língua. (Esbofeteia-o). A cabeça está cortada mas pode corar ainda. Ó Judite, tu que nos libertaste a todos. (Ao capitão) E se, como a Hidra, tens várias cabeças, nós vamos cortar-tas todas. (Puxa-lhe a barba)." - August Strindberg, A dança da morte.

Sempre impetuoso!, do melhor dos sentidos. I love you
Valeu, Mat.
Strindberg arrebatador.

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por Mat em Ter Out 25, 2011 1:58 pm




"E enquanto Françoise tirava os alfinetes dos cortinados, despregava os panos, corria as cortinas, o dia de verão que ela ia descobrindo parecia tão morto, tão imemorial como uma suntuosa e milenária múmia que a minha velha criada não fizesse mais que ir cautelosamente desenfaixando de todos os seus panos, antes de fazê-lo surgir embalsamada em sua túnica de ouro."

Último parágrafo do "À sombra das raparigas em flor".

Só Emily Dickinson pra descrever a sensação de ler esse trecho:"Sinto fisicamente como se o topo da minha cabeça tivesse sido arrancado"

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por tmanfrini em Ter Out 25, 2011 4:33 pm


À minha dama do vento

Posso ver o dossel das árvores como ondas imóveis às quais apenas o vento da montanha dá uma vida de mar escuro. Ele arrasta brumas enlanguescidas que o sol nascente acaba sempre por inflamar. Mais adiante há um grande rio e, bem mais além, o mar, o verdadeiro, o infinito, que às vezes desenha-se como um rasgo de luz para sublinhar o indefinido do céu. Gosto deste lugar como de uma escala de paz. Sou um nômade que decidiu radicar-se, permanecer aqui em cada instante das lufadas. Escuto o pássaro, um canto na página de silêncio. No fim do dia, há o canto das vozes do vale, isoladas como notas aleatórias. Aprendo a esperar, o instante, a chuva, os dias vindouros, a noite, a primeira estrela, o fogo para as refeições e para aquecer as noites. Espero sem impaciência, vivendo o instante como uma eternidade. Para aumentar essa felicidade, há o inesperado daquela vida lá no alto, as súbitas rajadas do vento que anunciam a tempestade. Há então uma queixa áspera das cascas feridas, um falatório precipitado da folhagem sob as asas escuras das nuvens, e regalo-me com um punhal de fogo, por trás dos véus de água. Parece-me que estes instantes não podem acabar. Todas as noites, antes do afogamento solar, sento-me sobre o tronco deitado que obstrui o atalho. Tenho então, como o guarda-noturno, a sensação de proteger um território.

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

(Esse tópico já se vai virando o qu'eu temia - Só meu. Ai ai ^^")

Mensagem por tmanfrini em Sab Out 29, 2011 12:48 am


Nesse tempo, ou já muito antes, era considerado um tipo insociável. Fumava desalmadamente, macerando o cigarro de um canto para o outro da boca, num jeito nervoso nada fácil de imitar, roendo a todo o momento qualquer danação íntima que se traduzia nos modos como fazia crer às pessoas que a presença delas me era insuportável. Tudo me servia para exagerar a brusquidão, talvez porque toda a gente reparasse nela e a censurasse, e a minha rebeldia contra fosse lá o que fosse manifestava-se, provocante, tanto mais quanto os outros a receavam. Eu era a açulá-los ao espetáculo, a colocar-me no centro desta arena improvisada que é a vida. Mas o gozo era meu. Nos outros não admitia, pois é o riso o que particularmente me ofende nos medíocres. Poderiam, enfim, julgar-me um esnobe ou um torturado - E nem eu, ao certo, o saberia também. De manhã, a olhar-me no espelho (E eu gostava de me avaliar ao espelho, sobretudo desde que o cabelo fugira lá para trás, deixando desimpedida uma fronte bosselada, onde as veias pareciam vermes assanhados e túrgidos), essa imagem, enjoada, apenas me devolvia um ceticismo agressivo. O mesmo enjoo irritado daqueles meus doentes quando, na fase já desiludida, nos apreciavam como funâmbulos sem talento que insistem numa ridícula e odiosa pantomima.

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por César em Qui Nov 03, 2011 12:59 pm



“Amo o outono, essa triste estação combina com as recordações. Quando as árvores já perderam as folhas, quando o céu ainda conserva no crepúsculo colorido o avermelhado que doura a grama seca, é doce ver extinguir-se tudo o que até recentemente ardia em nós.”

_________________
http://arecordfullofsournotes.tumblr.com

César
Púchkin
Púchkin

Mensagens : 1792
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 28
Localização : São Paulo/SP

Ver perfil do usuário http://twitter.com/likeapisces

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por tmanfrini em Qui Nov 03, 2011 1:09 pm

Exímio Flaubert...

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por Becco em Qui Nov 03, 2011 1:59 pm

Que lindo! Outono eterno no S2!

_________________

Becco
Dostoiévski
Dostoiévski

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 37
Localização : Fortaleza - CE

Ver perfil do usuário http://literaturarussa.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por tmanfrini em Sab Nov 05, 2011 12:07 pm


Era seu quadragésimo aniversário. Madame Wu sentou-se diante do espelho inclinado da penteadeira e contemplou seu rosto sereno. Comparou-o mentalmente com o rosto que vira naquele mesmo espelho quando tinha 16 anos. Naquele dia, levantara-se cedo do leito conjugal, pois sempre fora madrugadora. Vestiu uma túnica nova, entrara naquele quarto e ocupara seu lugar diante da penteadeira. Ficara imóvel, o que lhe era bastante fácil, observando seu rosto jovem.
"Como é possível que eu pareça hoje a mesma de ontem?", perguntara a si mesma, naquela primeira manhã depois do casamento.

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por Mat em Sab Nov 05, 2011 11:58 pm

"Eu jamais vira começar uma manhã tão linda nem tão dolorosa... Não pude conter um soluço quando, num gesto ofertório mecanicamente realizado e que me pareceu simbolizar o sangrento sacrifício que eu teria que fazer de toda alegria, cada manhã até o fim da minha vida, renovação solenemente celebrada, em cada aurora, de minha pena cotidiana e do sangue da minha ferida, o ovo de ouro do sol, como propulsionado pela ruptura do equilíbrio que traria no momento da coagulação uma mudança de densidade, farpado de flamas como nos quadros, rompeu de um ímpeto... pronto para entrar em cena e a se lançar... A porta abriu-se e, com o coração a bater, pareceu-me ver minha avó diante de mim..." - Sodoma e Gomorra

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por Becco em Dom Nov 06, 2011 12:41 pm

Muito bons esses dois últimos.

_________________

Becco
Dostoiévski
Dostoiévski

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 37
Localização : Fortaleza - CE

Ver perfil do usuário http://literaturarussa.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Epígrafe, Fausto de Goethe

Mensagem por tmanfrini em Seg Nov 21, 2011 8:13 pm

... mas quem é você, afinal?
- Sou parte da força que quer sempre o mal mas sempre faz o bem.

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Thaís News] Começos e trechos inesquecíveis!

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 3:12 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum