Carlos Drummond de Andrade

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Carlos Drummond de Andrade

Mensagem por Oric em Seg Abr 29, 2013 6:07 pm

Do Drummond eu só li o Sentimento do Mundo faz muito tempo e havia gostado bastante.

Estou lendo agora A Rosa do Povo. Na sequência vou de Claro Enigma.

Oric
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 947
Data de inscrição : 18/12/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carlos Drummond de Andrade

Mensagem por Becco em Seg Abr 29, 2013 7:54 pm

Os dois mais políticos dele e o mais enigmático [sem trocadilho].

_________________

Becco
Dostoiévski
Dostoiévski

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 37
Localização : Fortaleza - CE

Ver perfil do usuário http://literaturarussa.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carlos Drummond de Andrade

Mensagem por Oric em Seg Abr 29, 2013 8:45 pm

Quais seus livros favoritos dele? Vi que citou ali "O Amor Natural".

Oric
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 947
Data de inscrição : 18/12/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carlos Drummond de Andrade

Mensagem por RafaelS em Seg Abr 29, 2013 8:58 pm

Poxa Claro Enigma é enorme. Acho que é dos maiores livros de poesia que já li. Assombroso.

RafaelS
Ana Karenina
Ana Karenina

Mensagens : 399
Data de inscrição : 11/02/2013
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carlos Drummond de Andrade

Mensagem por Oric em Ter Abr 30, 2013 6:13 pm

Uai, cara, não chegou ainda, mas no site da Cia consta como 144 páginas. Se não me engano o maior do Drummond de poesia é A Rosa do Povo, com 200.


Oric
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 947
Data de inscrição : 18/12/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carlos Drummond de Andrade

Mensagem por RafaelS em Ter Abr 30, 2013 6:14 pm

Falava qualitativamente :B

RafaelS
Ana Karenina
Ana Karenina

Mensagens : 399
Data de inscrição : 11/02/2013
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carlos Drummond de Andrade

Mensagem por Oric em Ter Abr 30, 2013 6:22 pm

Laughing

Oric
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 947
Data de inscrição : 18/12/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carlos Drummond de Andrade

Mensagem por Oric em Seg Dez 09, 2013 4:13 pm



Realmente um baita livro! Muito diferente do anterior (A Rosa do Povo), que até faz mais o meu gosto, mas não dá para deixar de reconhecer a grandeza e a ousadia de Drummond com esse livro. Poemas bastante profundos, metafísicos, mas apesar de tudo não acho que ele tenha dado as costas para a realidade totalmente. Olhou de lado, talvez.

Deixo um dos meus favoritos aqui:

Sonho de um sonho

Sonhei que estava sonhando
e que no meu sonho havia
outro sonho esculpido.
Os três sonhos sobrepostos
dir-se-iam apenas elos
de uma infindável cadeia
de mitos organizados
em derredor de um pobre eu.
Eu que, mal de mim! sonhava.

Sonhava que no meu sonho
retinha uma zona lúcida
para concretar o fluido
como abstrair o maciço.
Sonhava que estava alerta,
e mais do que alerta, lúdico,
e receptivo, e magnético,
e em torno a mima se dispunham
possibilidades claras,
e, plástico, o ouro do tempo
vinha cingir-me e dourar-me
para todo o sempre, para
um sempre que ambicionava
mas de todo o ser temia...
Ai de mim! que mal sonhava.

Sonhei que os entes cativos
dessa livre disciplina
plenamente floresciam
permutando no universo
uma dileta substância
e um desejo apaziguado
de ser um ser com milhares,
pois o centro era eu de tudo
como era cada um dos raios
desfechados para longe,
alcançando além da terra
ignota região lunar,
na perturbadora rota
que antigos não palmilharam
mas ficou traçada em branco
nos mais velhos portulanos
e no pó dos marinheiros
afogados em mar alto.

Sonhei que meu sonho vinha
com a realidade mesma.
Sonhei que o sonho se forma
não do que desejaríamos
ou de quanto silenciamos
em meio a ervas crescidas,
mas do que vigia e fulge
em cada ardente palavra
proferida sem malícia,
aberta como uma flor
se entreabre: radiosamente.

Sonhei que o sonho existia
não dentro, fora de nós,
e era toca-lo e colhe-lo,
e sem demora sorve-lo,
gasta-lo sem vão receio
de que um dia se gastara.
Sonhei certo espelho límpido
com a propriedade mágica
de refletir o melhor,
sem azedume ou frieza
por tudo que fosse obscuro,
mas antes o iluminando,
mansamente convertendo
em fonte mesma de luz.
Obscuridade! Cansaço!
Oclusão de formas meigas!
Ó terra sobre diamantes!
Já vos libertais, sementes,
germinando à superfície
deste solo resgatado!

Sonhava, ai de mim, sonhando
que não sonhara... Mas via
na treva em frente a meu sonho,
nas paredes degradadas,
na fumaça, na impostura,
no riso mau, na inclemência,
na fúria contra os tranquilos,
na estreita clausura física,
no desamor à verdade,
na ausência de todo amor,
eu via, ai de mim, sentia
que o sonho era sonho, e falso.

Oric
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 947
Data de inscrição : 18/12/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carlos Drummond de Andrade

Mensagem por Becco em Ter Dez 10, 2013 7:29 am

Tô lendo a obra dele cronologicamente. Tô exatamente neste livro.

_________________

Becco
Dostoiévski
Dostoiévski

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 37
Localização : Fortaleza - CE

Ver perfil do usuário http://literaturarussa.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carlos Drummond de Andrade

Mensagem por Oric em Sab Dez 21, 2013 9:49 am

Você tem a edição da Nova Aguilar, né? Gosta dela?

Essa do Drummond particularmente eu não estava animado pelo tamanho, mas pensei na do João Cabral.

Oric
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 947
Data de inscrição : 18/12/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carlos Drummond de Andrade

Mensagem por Becco em Sab Dez 21, 2013 10:01 am

Gosto. É meio grossona pra ler, mas tem um material extra que vale a pena.

A do Cabral comprei mês passado e é uma belezura.

_________________

Becco
Dostoiévski
Dostoiévski

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 37
Localização : Fortaleza - CE

Ver perfil do usuário http://literaturarussa.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carlos Drummond de Andrade

Mensagem por Oric em Sex Maio 23, 2014 4:46 pm



Gostei dos contos do Drummond. Clima de saudosismo bacana. Desde contos mais simples até contos filosóficos. Destaque para "O Sorvete".

Oric
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 947
Data de inscrição : 18/12/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carlos Drummond de Andrade

Mensagem por Becco em Qua Maio 28, 2014 2:36 pm

Leia agora o Contos Plausíveis.

_________________

Becco
Dostoiévski
Dostoiévski

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 37
Localização : Fortaleza - CE

Ver perfil do usuário http://literaturarussa.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carlos Drummond de Andrade

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 7:42 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum