Biografias

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por Jabá em Qui Jan 10, 2013 4:17 pm

Essa do Frank nunca vi com desconto. Nem na EV a bagaça aparece a preços acessíveis. a única pessoa que comprou esse trem em conta foi o Becco por conta duma máfica com a tia dele que não lembro.

_________________
"Os livros que o mundo chama de imorais são os livros que mostram ao mundo a sua própria vergonha" (Oscar Wilde)

Jabá
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 3734
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 36
Localização : Teresina/PI

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por Oric em Qui Jan 10, 2013 4:27 pm

Tem lá na 30porcento: http://30porcento.com.br/busca.php?proc=joseph+frank

Oric
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 947
Data de inscrição : 18/12/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por luyspaulo em Qui Jan 10, 2013 5:06 pm

Oric escreveu:Essa do Moore está na minha lista! Mas devo comprar só no fim do ano ou 2014 (que é quando pensei em ler) se fosse o caso. Estava pensando em fazer um tour pelas obras do Morrison esse ano e deixar 2014 para o rouxinol. Very Happy

Na Cultura a importada é um pouco mais cara que a nacional: http://www.livrariacultura.com.br/Produto/Busca?Buscar=gary%20spencer%20millidge

Joseph Frank tá minha wishlist tem anos. Laughing Mas sinto que preciso ler, no mínimo, uma quantidade superior em páginas de livros do Dosta antes de ler tamanha biografia.

Cara, o melhor trabalho do Morrison para mim é o Homem-Animal, é fantástico. Os Invisivéis, algumas pessoas dizem ser incompreensível, chato e outras dizem ser uma obra de arte.

luyspaulo
A Dama do Cachorrinho
A Dama do Cachorrinho

Mensagens : 124
Data de inscrição : 05/01/2013
Idade : 39
Localização : Três Corações-MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por Jabá em Qui Jan 10, 2013 6:12 pm

luyspaulo escreveu:
Oric escreveu:Essa do Moore está na minha lista! Mas devo comprar só no fim do ano ou 2014 (que é quando pensei em ler) se fosse o caso. Estava pensando em fazer um tour pelas obras do Morrison esse ano e deixar 2014 para o rouxinol. Very Happy

Na Cultura a importada é um pouco mais cara que a nacional: http://www.livrariacultura.com.br/Produto/Busca?Buscar=gary%20spencer%20millidge

Joseph Frank tá minha wishlist tem anos. Laughing Mas sinto que preciso ler, no mínimo, uma quantidade superior em páginas de livros do Dosta antes de ler tamanha biografia.

Cara, o melhor trabalho do Morrison para mim é o Homem-Animal, é fantástico. Os Invisivéis, algumas pessoas dizem ser incompreensível, chato e outras dizem ser uma obra de arte.

Tenho os 3 TPs do Animal Man do Morrison. Ainda não li porque meu inglês é bem safado, mas sim, é uma obra prima.

Invisíveis é bom, mas tem umas partes chatas.

_________________
"Os livros que o mundo chama de imorais são os livros que mostram ao mundo a sua própria vergonha" (Oscar Wilde)

Jabá
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 3734
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 36
Localização : Teresina/PI

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por lavoura em Qui Jan 10, 2013 7:19 pm

Oric escreveu:Tem lá na 30porcento: http://30porcento.com.br/busca.php?proc=joseph+frank

Os 5 volumes saem por R$343,00 + frete.


Achei legal esse livro do Joseph frank:

PELO PRISMA RUSSO : Ensaios sobre Literatura e Cultura

http://30porcento.com.br/livro/9788531400551-PELO-PRISMA-RUSSO-:-Ensaios-sobre-Literatura-e-Cultura


Paginas: 280

Preocupado em rastrear a gênese do processo criativo de Dostoiévski, o autor de sua mais famosa biografia mergulhou em um vasto universo literário, o que resultou na compreensão profunda da literatura e da história da Rússia. Frank faz do interesse pela obra de Dostoiévski, que forma o núcleo principal dessa coletânea, uma espécie de filtro através do qual se pode ver diferentes imagens da cultura russa, com temas que se irradiam desde o século XIX até os dias atuais, como no fascinante ensaio “De Gógol ao Gulag”. Dessa perspectiva, os demais ensaios do livro analisam as idéias centrais de teóricos e escritores como Mikhail Bakhtin, Roman Jakobson, Vladímir Nabokov e Nikolai Leskov, e também as teses políticas de Bakunin ou Herzen, entre outros, com um olhar que pretende dar conta tanto das influências ocidentais sobre o pensamento russo como de sua difusão no Ocidente.

lavoura
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2348
Data de inscrição : 26/06/2012
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por Becco em Sex Jan 11, 2013 6:33 am

Jabá escreveu:Essa do Frank nunca vi com desconto. Nem na EV a bagaça aparece a preços acessíveis. a única pessoa que comprou esse trem em conta foi o Becco por conta duma máfica com a tia dele que não lembro.

Ela me presenteou com o livro! Não paguei um centavo!

_________________

Becco
Dostoiévski
Dostoiévski

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 37
Localização : Fortaleza - CE

Ver perfil do usuário http://literaturarussa.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por tmanfrini em Sex Jan 11, 2013 6:56 am

Adota-me tia Exclamation

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por Jabá em Sex Jan 11, 2013 7:53 am

Nesse caso eu até aceito virar irmão do Becco.

_________________
"Os livros que o mundo chama de imorais são os livros que mostram ao mundo a sua própria vergonha" (Oscar Wilde)

Jabá
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 3734
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 36
Localização : Teresina/PI

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por Oric em Sex Jan 11, 2013 8:51 am

luyspaulo escreveu:Cara, o melhor trabalho do Morrison para mim é o Homem-Animal, é fantástico. Os Invisivéis, algumas pessoas dizem ser incompreensível, chato e outras dizem ser uma obra de arte.
Cheguei a ler umas 8 edições de cada, mas não tinha o resto para continuar... Estava gostando bastante! Vou terminar umas coisas do BKV e partir pra ele. Depois posto no tópico sobre quadrinhos.

Oric
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 947
Data de inscrição : 18/12/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por Jabá em Sex Jan 11, 2013 8:56 am

Oric escreveu:
luyspaulo escreveu:Cara, o melhor trabalho do Morrison para mim é o Homem-Animal, é fantástico. Os Invisivéis, algumas pessoas dizem ser incompreensível, chato e outras dizem ser uma obra de arte.
Cheguei a ler umas 8 edições de cada, mas não tinha o resto para continuar... Estava gostando bastante! Vou terminar umas coisas do BKV e partir pra ele. Depois posto no tópico sobre quadrinhos.

Tá lendo Y? Faltam 3 TPs pra eu fechar a série.

_________________
"Os livros que o mundo chama de imorais são os livros que mostram ao mundo a sua própria vergonha" (Oscar Wilde)

Jabá
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 3734
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 36
Localização : Teresina/PI

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por Oric em Sex Jan 11, 2013 9:04 am

Y eu terminei. Foda demais. Depois vou procurar a resenha que postei no MBB para postar aqui.

Estou lendo Runaways (Fugitivos) agora. O primeiro volume foi bacana (mas não dá para comparar com Y, né), agora o segundo já estou achando mais fraco, tanto é que tem um tempão que comecei e está meio largado. Laughing

Depois vou partir para Leões de Bagda e fechar com Ex Machina. Very Happy

Oric
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 947
Data de inscrição : 18/12/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por luyspaulo em Sex Jan 11, 2013 11:13 am

BKV é foda, Y é fudido demais!

luyspaulo
A Dama do Cachorrinho
A Dama do Cachorrinho

Mensagens : 124
Data de inscrição : 05/01/2013
Idade : 39
Localização : Três Corações-MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por tmanfrini em Sex Fev 01, 2013 6:17 pm

Julian Barnes em Flaubert's Parrot

I am the obscure and patient pearl-fisherman who dives into the deepest waters and comes up with empty hands and a blue face. Some fatal attraction draws me down into the abysses of thought, down into those innermost recesses which never cease to fascinate the strong. I shall spend my life gazing at the ocean of art, where others voyage or fight; and from time to time I'll entertain myself by diving for those green and yellow shells that nobody will want. So I shall keep them for myself and cover the walls of my hut with them.

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por tmanfrini em Sab Fev 09, 2013 1:47 am

E agora


Empatizo muito (mas nunca absolutamente - lidas as primeiras 100 páginas)


Anos de Colégio, III -
... tivéramos um tema de redação que, excepcionalmente, me interessara. Pus-me a trabalhar com afinco e fiz uma composição que me pareceu cuidada e bem-realizada. Esperava pelos menos um dos primeiros lugares; não o primeiro, que atrairia a atenção, mas um dos primeiros.
Nosso professor tinha o hábito de devolver as composições na ordem de seu mérito. A melhor delas foi, naturalmente, a do primeiro da classe. Seguiram-se as outras, enquanto eu esperava inutilmente que meu nome fosse pronunciado. Em vão. 'É impossível', pensava, 'que minha composição seja tão má, a ponto de vir depois das piores! O que significa isto? Serei por acaso um hors concours e assim, pois, desagradavelmente assinalado e isolado?
Quando todas as composições foram comentadas, o professor fez uma pausa, tomou fôlego e disse:
- Falta ainda uma dissertação - a de Jung. É a melhor de todas e mereceria o primeiro lugar, mas infelizmente é uma fraude. De onde você copiou? Confesse a verdade!
Levantei-me, tão espantado quanto furioso, e exclamei:
- Não a copiei; pelo contrário, esforcei-me por fazer um bom trabalho!
O professor, entretanto, começara a repreender-me:
- Você está mentindo! É incapaz de escrever uma composição como esta! Ninguém pode acreditar! De onde você a copiou?
Protestei em vão minha inocência. O professor, inabalável, replicou:
- Se eu soubesse de onde a copiou poderia expulsá-lo da escola!
E então me voltou as costas. (...) Meus protestos não encontraram qualquer eco.




tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por Jabá em Sab Fev 09, 2013 9:56 am

tmanfrini escreveu:E agora


Empatizo muito (mas nunca absolutamente - lidas as primeiras 100 páginas)


Anos de Colégio, III -
... tivéramos um tema de redação que, excepcionalmente, me interessara. Pus-me a trabalhar com afinco e fiz uma composição que me pareceu cuidada e bem-realizada. Esperava pelos menos um dos primeiros lugares; não o primeiro, que atrairia a atenção, mas um dos primeiros.
Nosso professor tinha o hábito de devolver as composições na ordem de seu mérito. A melhor delas foi, naturalmente, a do primeiro da classe. Seguiram-se as outras, enquanto eu esperava inutilmente que meu nome fosse pronunciado. Em vão. 'É impossível', pensava, 'que minha composição seja tão má, a ponto de vir depois das piores! O que significa isto? Serei por acaso um hors concours e assim, pois, desagradavelmente assinalado e isolado?
Quando todas as composições foram comentadas, o professor fez uma pausa, tomou fôlego e disse:
- Falta ainda uma dissertação - a de Jung. É a melhor de todas e mereceria o primeiro lugar, mas infelizmente é uma fraude. De onde você copiou? Confesse a verdade!
Levantei-me, tão espantado quanto furioso, e exclamei:
- Não a copiei; pelo contrário, esforcei-me por fazer um bom trabalho!
O professor, entretanto, começara a repreender-me:
- Você está mentindo! É incapaz de escrever uma composição como esta! Ninguém pode acreditar! De onde você a copiou?
Protestei em vão minha inocência. O professor, inabalável, replicou:
- Se eu soubesse de onde a copiou poderia expulsá-lo da escola!
E então me voltou as costas. (...) Meus protestos não encontraram qualquer eco.




Considerei comprar esse livro na Saraiva física ano passado. Agora decidi que quero ler.

_________________
"Os livros que o mundo chama de imorais são os livros que mostram ao mundo a sua própria vergonha" (Oscar Wilde)

Jabá
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 3734
Data de inscrição : 06/09/2011
Idade : 36
Localização : Teresina/PI

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por Becco em Sab Fev 09, 2013 10:05 am

É biografia?

_________________

Becco
Dostoiévski
Dostoiévski

Mensagens : 2504
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 37
Localização : Fortaleza - CE

Ver perfil do usuário http://literaturarussa.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por lavoura em Sab Fev 09, 2013 10:10 am

Lá no submarino tem um box lindão com as obras completas do Jung. Mas é mil reais Shocked

lavoura
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2348
Data de inscrição : 26/06/2012
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por tmanfrini em Sab Fev 09, 2013 2:09 pm

É sim. Escreveu com o apoio de uma discípula, aos 83 anos. Ro que me recomendou. Ele é às vezes meio prolixo - admite inclusive logo de início que não escreve tão bem quanto Freud. Mas tá interessante.
Pois é, lavoura, Jung sempre mais caro que Freud... (ao menos em nosso mercado)

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por tiago em Dom Fev 10, 2013 4:51 pm

EU li O homem e seus símbolos.

tiago
Crime e Castigo
Crime e Castigo

Mensagens : 849
Data de inscrição : 17/07/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por tmanfrini em Dom Fev 10, 2013 5:02 pm

Recomenda?

tmanfrini
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 1513
Data de inscrição : 29/09/2011
Idade : 24
Localização : Navegantes - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por lavoura em Seg Mar 11, 2013 3:39 pm



Desconhecia totalmente o Burton até ler o ensaio do Borges a respeito das traduções das 1001 noites e acabei pesquisando a biografia dele, que muito me interessou.Vou anotar para comprar futuramente:

Capitão Sir Richard Francis Burton KCMG FRGS (Torquay, 19 de março de 1821 — Trieste, 20 de outubro de 1890) foi um escritor, tradutor, linguista, geógrafo, poeta, antropólogo, orientalista, erudito, espadachim, explorador, agente secreto e diplomata britânico.

Das explorações e aventuras como agente e estudioso na Ásia e África aos escândalos e controvérsias que permearam sua vida, Burton é sem dúvida uma das personalidades mais extraordinárias e fascinantes do século XIX. Falava 29 idiomas e vários dialetos, sendo perito na arte do disfarce, o que lhe possibilitou em seus anos de militar na Índia e em Sindh viver entre os povos do Oriente, os quais registrou em uma série de livros. Estudou os usos e costumes de povos asiáticos e africanos, sendo pioneiro em estudos etnológicos. Viajou a cidade sagrada de Meca, mortalmente proibida a não muçulmanos, disfarçado de afegão, e também a Harar, capital da Somália, de onde nenhum outro homem branco havia saído com vida. Junto com John Haning Speke explorou a região dos Grandes Lagos africanos e descobriu o lago Tanganica. Serviu como cônsul em Fernando Pó, atual Bioko, Damasco, Santos e Trieste. Traduziu uma versão não censurada de As mil e uma noites, acrescentando uma série de notas a respeito de pornografia, homossexualidade e sexualidade feminina. Sob o risco de ser preso, traduziu manuais eróticos, entre eles o Kama Sutra, e mandou imprimi-los. Sua postura liberal e interesses eruditos contribuíram para torná-lo uma figura polêmica e controversa na Inglaterra, pois despertou a fúria e o puritanismo vitoriano. Casou-se com Isabel Arundell, uma católica inglesa. Recebeu o título de Cavaleiro da rainha Vitória do Reino Unido em 1886. Faleceu na cidade de Trieste, onde recobria o cargo de cônsul británico, em 1890.

lavoura
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2348
Data de inscrição : 26/06/2012
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por Mat em Seg Mar 11, 2013 8:54 pm

lavoura escreveu:

Desconhecia totalmente o Burton até ler o ensaio do Borges a respeito das traduções das 1001 noites e acabei pesquisando a biografia dele, que muito me interessou.Vou anotar para comprar futuramente:

Capitão Sir Richard Francis Burton KCMG FRGS (Torquay, 19 de março de 1821 — Trieste, 20 de outubro de 1890) foi um escritor, tradutor, linguista, geógrafo, poeta, antropólogo, orientalista, erudito, espadachim, explorador, agente secreto e diplomata britânico.

Das explorações e aventuras como agente e estudioso na Ásia e África aos escândalos e controvérsias que permearam sua vida, Burton é sem dúvida uma das personalidades mais extraordinárias e fascinantes do século XIX. Falava 29 idiomas e vários dialetos, sendo perito na arte do disfarce, o que lhe possibilitou em seus anos de militar na Índia e em Sindh viver entre os povos do Oriente, os quais registrou em uma série de livros. Estudou os usos e costumes de povos asiáticos e africanos, sendo pioneiro em estudos etnológicos. Viajou a cidade sagrada de Meca, mortalmente proibida a não muçulmanos, disfarçado de afegão, e também a Harar, capital da Somália, de onde nenhum outro homem branco havia saído com vida. Junto com John Haning Speke explorou a região dos Grandes Lagos africanos e descobriu o lago Tanganica. Serviu como cônsul em Fernando Pó, atual Bioko, Damasco, Santos e Trieste. Traduziu uma versão não censurada de As mil e uma noites, acrescentando uma série de notas a respeito de pornografia, homossexualidade e sexualidade feminina. Sob o risco de ser preso, traduziu manuais eróticos, entre eles o Kama Sutra, e mandou imprimi-los. Sua postura liberal e interesses eruditos contribuíram para torná-lo uma figura polêmica e controversa na Inglaterra, pois despertou a fúria e o puritanismo vitoriano. Casou-se com Isabel Arundell, uma católica inglesa. Recebeu o título de Cavaleiro da rainha Vitória do Reino Unido em 1886. Faleceu na cidade de Trieste, onde recobria o cargo de cônsul británico, em 1890.

Também quero há tempos.

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por lavoura em Seg Mar 18, 2013 1:51 pm

Mat escreveu:
lavoura escreveu:

Desconhecia totalmente o Burton até ler o ensaio do Borges a respeito das traduções das 1001 noites e acabei pesquisando a biografia dele, que muito me interessou.Vou anotar para comprar futuramente:

Capitão Sir Richard Francis Burton KCMG FRGS (Torquay, 19 de março de 1821 — Trieste, 20 de outubro de 1890) foi um escritor, tradutor, linguista, geógrafo, poeta, antropólogo, orientalista, erudito, espadachim, explorador, agente secreto e diplomata britânico.

Das explorações e aventuras como agente e estudioso na Ásia e África aos escândalos e controvérsias que permearam sua vida, Burton é sem dúvida uma das personalidades mais extraordinárias e fascinantes do século XIX. Falava 29 idiomas e vários dialetos, sendo perito na arte do disfarce, o que lhe possibilitou em seus anos de militar na Índia e em Sindh viver entre os povos do Oriente, os quais registrou em uma série de livros. Estudou os usos e costumes de povos asiáticos e africanos, sendo pioneiro em estudos etnológicos. Viajou a cidade sagrada de Meca, mortalmente proibida a não muçulmanos, disfarçado de afegão, e também a Harar, capital da Somália, de onde nenhum outro homem branco havia saído com vida. Junto com John Haning Speke explorou a região dos Grandes Lagos africanos e descobriu o lago Tanganica. Serviu como cônsul em Fernando Pó, atual Bioko, Damasco, Santos e Trieste. Traduziu uma versão não censurada de As mil e uma noites, acrescentando uma série de notas a respeito de pornografia, homossexualidade e sexualidade feminina. Sob o risco de ser preso, traduziu manuais eróticos, entre eles o Kama Sutra, e mandou imprimi-los. Sua postura liberal e interesses eruditos contribuíram para torná-lo uma figura polêmica e controversa na Inglaterra, pois despertou a fúria e o puritanismo vitoriano. Casou-se com Isabel Arundell, uma católica inglesa. Recebeu o título de Cavaleiro da rainha Vitória do Reino Unido em 1886. Faleceu na cidade de Trieste, onde recobria o cargo de cônsul británico, em 1890.

Também quero há tempos.

Aliás o Catalogo da companhia de bolso tem muitos títulos interessantes,não?

lavoura
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2348
Data de inscrição : 26/06/2012
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por Mat em Seg Mar 18, 2013 3:36 pm

Uhum.

Mat
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2968
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por lavoura em Sex Abr 19, 2013 5:00 pm



Alguém já leu?

lavoura
Guerra e Paz
Guerra e Paz

Mensagens : 2348
Data de inscrição : 26/06/2012
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biografias

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 11:38 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum